Microsoft e Intel estão entre as empresas mais éticas do mundo. E não é1º de Abril

O Ethisphere Institute divulgou as empresas mais éticas do mundo. Na lista divulgada são escolhidas as empresas que mais se preocupam com as práticas éticas, com a responsabilidade social, com comportamento anticorrupção e a sustentabilidade. Não existe uma classificação, só uma lista com 145 companhias que primam pelo correto.

Tudo seria lindo se não fosse algumas inclusões (além do fato da maioria das empresas serem dos Estados Unidos. Só eles pelo mundo seriam "corretos"?). Na lista WME (World's Most Ethical) há "surpresas surpreendentes" (tenho que ser redundante de tão espantoso), que faz qualquer um ficar chocado e muito preocupado, pois se essas são as mais éticas, imaginem as não-éticas?

Há sim empresas exemplares, como a Natura, única brasileira citada na listagem. No entanto outras não mereciam nunca estar lá. Portugal Telecom, que sempre está nos noticiários envolvida em corrupção, está na lista. Outra é a Solae, joint venture da DuPopnt e Bunge, e já sabemos bem da fama da DuPont e Bunge. As duas usam seu poder econômico para privatizar a vida e a base da alimentação. Suas políticas se assemelham as da Monsanto, Syngenta e Aventis [1]. De ética essas empresas não tem nada, principalmente quando há práticas que usam e abusam do poder econômico e de mercado e entram até na política interna de cada país.

Outras que estão na lista mas jamais poderiam estar é a Intel e a Microsoft. Intel por diversas vezes se envolveu em práticas nada éticas. A empresa da Califórnia foi acusada de pagar milhões para que empresas se recusassem a usar produtos de concorrentes. Os subornos da Intel incluíam HP, Dell e IBM. Na Europa a empresa também pagava para varejistas não venderem produtos com processadores AMD. [2]

A Microsoft a coisa é bem pior. A empresa fundada por Bill Gates sempre esteve envolvida em escândalos. Nos anos 2000 a companhia esteve envolvida em uma batalha judicial onde quase foi obrigada a dividir-se. A acusação era de criar condições para não haver livre concorrência, monopólio e práticas desleais. No caso Jeffrey Minear, advogado que representava o governo americano, disse: "A conduta da Microsoft não se refere a uma série de atos isolados, mas a atos coordenados anticompetitivos para manter seu poder de monopólio". O Juiz Federal Thomas Penfield Jackson chegou a comparar a empresa com traficantes, de tão maléficas as atitudes da companhia. [3] Se não bastasse isso a empresa esteve envolvida em sérias denuncias de corrupção na África. Lá a empresa desenvolvedora do Windows teria tentado subornar autoridades para parar a adoção do Linux. [4]

Com a falta de uma análise criteriosa e a tendência de só empresas norte americanas serem éticas, o prêmio perde muito em credibilidade, parecendo mais um marketing do que realmente algo sério, embora a proposta seja realmente essa.

Quem quiser saber das demais empresas que estão na listagem, visitem:
http://www.ethisphere.com/wme/

---

Referências:

[1] Sinapses Livres. "Bill Gates: como ajudar o mundo de maneira errada": http://sinapseslivres.blogspot.com.br/2012/02/bill-gates-como-ajudar-o-mundo-de.html Acesso em: 22 mar 2012.

[2] IG. "Agência dos EUA processa Intel por abuso de poder de mercado": http://tecnologia.ig.com.br/noticia/2009/12/16/agencia+dos+eua+processa+intel+por+abuso+de+poder+de+mercado+9236037.html Acesso em: 22 mar 2012.
Info Online. "UE vai deter práticas ilegais da Intel": http://info.abril.com.br/noticias/negocios/ue-vai-deter-praticas-ilegais-da-intel-11052009-0.shl Acesso em: 22 mar 2012.
SOL. "Intel paga 6.5 milhões para encerrar caso de abuso de posição": http://sol.sapo.pt/inicio/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=41161 Acesso em: 22 mar 2012.

[3] BBC Brasil. "Microsoft tenta evitar desmembramento na Justiça": http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2001/010227_microsoft.shtml Acesso em: 22 mar 2012.

[4] Portal Imprensa. "Microsoft é acusada de pagar propina na África para frear adoção de sistema Linux": http://portalimprensa.uol.com.br/portal/ultimas_noticias/2008/11/14/imprensa24165.shtml Acesso em: 22 mar 2012.

5 comentários:

  1. Normal, não entendo o seu espanto.

    Isso significa que as outras são muito piores.

    Onde está a Red Hat, Google e IBM nessa lista?

    São todas americanas.

    ResponderExcluir
  2. Abuso de poder e até corrupção são coisas aceitáveis? Essas empresas deveriam ganhar o título de empresas éticas? Onde está a normalidade nisso?

    ResponderExcluir
  3. O termo "mais ético" pode substituir o termo "menos antiético" tudo depende do ponto de vista.
    O que não se pode negar, é que, a Microsoft está com mais moral do que muitas outras, conforme o termo que mais lhe agradar: "mais ético" ou "menos antiético", rs.

    ResponderExcluir
  4. [...] chaves para o kernel Linux, não é verdade? Mas Microsoft não tem jeito. Em mais uma atitude suja a empresa vai resolver o problemas dos usuários (problema que ela criou) de maneira muito [...]

    ResponderExcluir
  5. [...] chaves para o kernel Linux, não é verdade? Mas Microsoft não tem jeito. Em mais uma atitude suja (afinal, sua ideia está criando problemas mas a empresa comporta-se como se não tivesse nada a [...]

    ResponderExcluir