Linux Foundation vai comprar chave da Microsoft para UEFI Secure Boot

A Fundação Linux anunciou que o problema criado pela Microsoft estará resolvido em breve. Não, não trata do respeito à livre concorrência e às pessoas por parte da empresa fabricante do Windows, mas de uma solução final que o Conselho Consultivo Técnico adotou para que todas as distribuições Linux não sejam prejudicadas pelo sistema de segurança da Microsoft.

A fundação comprará chaves autenticadas da Microsoft e colocará em um pré-bootloader, onde a partir daí será possível iniciar o sistema operacional, LiveCDs ou LiveUSB, com o Secure Boot ativado.

James Bottomley, do Conselho Consultivo Técnico da Fundação Linux, afirmou que a solução adotada foi tomada porque, antes de tudo, a fundação tem como objetivo criar um ambiente livre, com liberdade de escolha, e o sistema de boot seguro da Microsoft criava uma barreira artificial, que prejudicaria em muito o desenvolvimento de alternativas e o uso aberto por parte dos consumidores.

Bottomley deixa claro que o objetivo do pré-bootloader não é melhorar a forma que o Secure Boot da Microsoft atua, mas apenas permitir que dê para trabalhar com ele ativo, sem precisar desativá-lo.

Isso é uma boa notícia, pois havia relatos que as fabricantes de computadores poderiam não permitir a desativação do boot seguro, alegando brecha de segurança, o que resultaria em uma impossibilidade de iniciar sistemas operacionais sem assinatura da Microsoft.

O pré-bootloader assinado estará disponível em breve, provavelmente antes do lançamento do Windows 8.


Com informações de Fundação Linux, Blog Jejb.

Um comentário:

  1. [...] por Guilherme Macedo (sinapseslivres.com.br): “A fundação anunciou que irá comprar chaves autenticadas da Microsoft e colocará em um [...]

    ResponderExcluir